Como quitar dívidas? Confira aqui nossas 5 dicas

Você sabia que mais de 63 milhões de pessoas estão endividadas no Brasil? Esse número assusta, mas infelizmente essa é a realidade de grande parte dos brasileiros segundo o Serasa Experian. O crédito fácil, especialmente dos cartões, faz com que as pessoas saiam gastando sem pensar nas consequências posteriormente.

É nesse momento que entra a dúvida principal: como quitar dívidas sem se afundar ainda mais? Pensando nisso, criamos este artigo com 5 dicas para ajudar a eliminar de vez esses déficits. Confira.

1. Descobrir quanto se deve no total

O primeiro passo para desenvolver um plano para quitar dívidas é descobrir quanto se deve no total. Pode parecer uma besteira e desnecessário, mas é comum que pessoas endividadas não tenham noção do valor total e sempre tentem adivinhar para mais ou para menos. Por isso, o ideal é pegar uma agenda, caderno ou bloco de notas em que possa anotar tudo o que deve e no final somar o valor real.

2. Elaborar um orçamento

O segundo passo importante é elaborar um orçamento. Você já parou para anotar quanto ganha e quanto gasta? É aí que as pessoas acabam se endividando. Ir gastando dinheiro sem anotar os gastos ou conter despesas pode fazer com que termine o mês muitas vezes no vermelho, sem conseguir pagar as contas e cada vez mais endividado.

Sendo assim, o ideal é fazer um orçamento a fim de identificar a renda, as despesas necessárias — água, luz, supermercado — e os gastos supérfluos.

3. Cortar gastos supérfluos

Depois de fazer um orçamento com os ganhos e gastos, está na hora de descobrir o que pode ser cortado. Os principais são os considerados gastos supérfluos, aqueles que não são necessários para a sobrevivência. O primeiro deles são os fast foods, que, apesar de mais práticos e gostosos, quando pedidos muitas vezes geram gastos altos. Por isso, o ideal é cortá-los ou, para quem gosta muito, reduzir para apenas uma vez por mês.

Seja um Revendedor de CosméticosPowered by Rock Convert

Gastos com aplicativos e mobilidade é outro tipo de contas que parecem pequenas, mas podem se tornar um valor imenso no final do mês. Que tal optar por transporte público no dia a dia e deixar os carros individuais apenas para quando tiver necessidade?! 

Outro ponto importante são os gastos com roupas e sapatos. O recomendado é comprar esses itens apenas quando forem necessários e deixar os gastos extras de lado por um tempo.

4. Obter rendas extras

Outra opção para juntar mais dinheiro e pagar as dívidas é obter rendas extras. Elas podem vir por meio de trabalhos freelancer ou da venda de diferentes produtos. Vender doces ou cosméticos, por exemplo, são alternativas que geram renda e fazem sucesso entre os clientes. 

Outra dica é procurar trabalho em buffets. Geralmente, são contratadas pessoas para trabalhar em eventos por uma noite nos fins de semana. Independentemente da escolha, o importante é conseguir uma maneira de fazer renda extra para quitar suas dívidas sem se endividar mais.

5. Renegociar dívidas

Muitas pessoas não sabem, mas bancos e financiadoras oferecem a opção de renegociar dívidas, podendo diminuir relativamente o valor total. Para fazer isso, é simples: basta entrar em contato e informar que deseja renegociar. Além de acordar o valor da quantia, ainda é possível escolher a forma de pagamento e optar por meios que funcionem melhor para cada pessoa.

Viu como é possível quitar dívidas sem passar necessidade ou ficar ainda mais endividado(a)? O importante é colocar nossas dicas em prática e ter em mente que alguns sacrifícios básicos podem ser necessários para que isso aconteça.

Agora que já sabe mais sobre nossas 5 dicas de como quitar dívidas, já pode começar a segui-las, não é mesmo? Aproveite e assine nossa newsletter para receber mais informações como essas.