tirar o vermelho do cabelo

Como tirar o vermelho do cabelo? 4 dicas infalíveis!

  • Nenhum comentário

Quem tem salão vai reconhecer essa cena: a cliente entrou na farmácia decidida a mudar a cor dos cabelos, escolheu aquele vermelho lindo na embalagem e, sem nenhum preparo pré-coloração, tingiu os cabelos — e também não teve nenhum cuidado em usar produtos de qualidade após colorir. Não precisamos nem dizer que agora eles estão superdanificados, né? E o pior: como tirar o vermelho do cabelo?

É, parece que essa missão agora é sua! E é claro que nós vamos ajudar você a entender tudo o que precisa para salvar as madeixas e, claro, fidelizar a cliente. Afinal, tirar o vermelho do cabelo não é para qualquer um, é só para as experts!

Quer saber quais são as melhores técnicas? Continue lendo o post que, ao final, não haverá cor que dê medo em você!

Como a questão do pigmento influencia?

Antes de tudo, é necessário entender que as tintas se fixam no córtex e se aderem aos fios. Apesar dos pigmentos depositados saírem com a lavagem constante e o uso adequado de produtos, ficam alguns resíduos na estrutura capilar que afeta as possíveis mudanças na cor do cabelo. O motivo? Existem diferenças consideráveis nos pigmentos.

As substâncias geram cores distintas — até porque cada pigmento contempla uma fórmula específica. Assim, tanto o resultado de cada cor quanto a duração não são as mesmas. Tintas mais claras, por exemplo, são mais fáceis de tirar, pois têm menos pigmento. Em outras palavras, quanto mais pigmento, mais difícil de cobrir a cor no futuro.

Por que o vermelho é tão difícil de sair?

De fato, as tinturas pretas e vermelhas são as que mais demoram a sair dos fios e isso se deve, como já dito, ao pigmento utilizado nas tinturas: cada um tem uma formulação diferente.

As cores escuras, como o preto, depositam muito pigmento nos fios, pois têm polímeros maiores, que aderem na fibra capilar. Com o vermelho acontece a mesma coisa: por se tratar de uma cor mais escura, apresenta mais pigmentação e penetra profundamente na fibra do fio.

Como tirar o vermelho do cabelo?

Pode parecer difícil, mas não é impossível! Seguindo essas dicas e investindo em produtos profissionais, a chance de acerto é enorme!

1. Avalie o cabelo

O primeiro passo para se ter sucesso no procedimento é avaliar bem os cabelos da cliente. Afinal, cada caso exige uma técnica ou produto específico, concorda?

Nesse sentido, é importante analisar se a cliente utilizou tonalizante ou tinta permanente. Por quê? O tonalizante não adere aos fios. Na verdade, ele forma uma espécie de película, o que torna mais fácil removê-lo. Claro que se o uso for frequente, você pode ter uma certa dificuldade na remoção.

2. Use shampoo antirresíduos

O shampoo antirresíduos é diferente do shampoo normal, por isso, não deve ser usado com frequência. Como ele abre muito as cutículas do cabelo para remoção profunda de impurezas, utilizá-lo no cabelo da sua cliente pode ajudar a clarear a tinta.

Mas, lembre-se: por ter o efeito poderoso de abrir as escamas do cabelo, ele pode ressecar os fios. Por isso, faça uma hidratação intensiva depois da lavagem.

3. Experimente os removedores de cor

Muita gente ainda torce o nariz para essa opção, uma vez que alguns produtos têm a fama de danificar os cabelos. A boa notícia é que hoje já é possível encontrar excelentes removedores no mercado. O produto age apenas no pigmento artificial presente nos fios, ou seja, não interfere na cor natural do cabelo, apenas clareia.

A frequência de aplicações vai depender de vários fatores: tom atual da coloração, porosidade do fio e o que é esperado do resultado final. Dependendo do caso, uma única aplicação desse tipo de produto é o suficiente.

4. Utilize produtos neutralizantes

O processo de neutralização já é bem conhecido por quem trabalha com coloração e alisamentos. Quando colorimos o cabelo, o produto químico rompe as moléculas de proteção para que a tinta possa agir no córtex do fio. Isso causa a abertura das escamas do cabelo que não conseguem mais reter os aminoácidos necessários para a saúde capilar.

Ao utilizar o neutralizador em fios vermelhos, ele reconstrói as moléculas que foram danificadas, recuperando os estragos causados pela coloração.

5. Faça a decapagem dos fios

A decapagem nada mais é do que um processo de limpeza profunda, que elimina grande parte dos resíduos de pigmento da tinta e prepara o cabelo para receber uma nova coloração. O produto não danifica os fios, mas, para conseguir um clareamento de mais de um tom, deve ser misturado com um produto oxidante.

Todos os cabelos podem passar pelo processo de decapagem, mas é preciso ficar atenta à textura dos fios: se eles estiverem muito danificados, é melhor investir em uma boa hidratação antes do procedimento.

6. Realize tratamentos pré e pós-coloração

Ainda sobre a questão da hidratação, o indicado é que o profissional realize tratamentos com produtos específicos para cabelos frágeis e danificados. O intuito é deixar o cabelo pronto e preparado para receber a coloração. Aposte em produtos que têm fórmulas nutritivas, assim como reconstrutoras, que são capazes de dar mais vida aos fios.

Em outras palavras, busque restabelecer a saúde dos fios antes de começar o tratamento. É importante melhorar tanto a resistência quanto a estrutura do fio, o que vai contribuir inclusive com a durabilidade do tom. Não se esqueça também de sugerir ao cliente que faça tratamentos especiais para cabelos coloridos após a coloração, uma vez que o processo pode deixar o cabelo sensibilizado.

7. Tenha paciência

Dependendo da condição do cabelo, nem sempre é possível tirar a cor de uma única vez. Como profissional, você sabe bem disso, certo? Contudo, nem sempre o cliente está a par dessa realidade. Então, durante a avaliação veja o real estado dos fios e se for o caso já esclareça que não será possível remover a cor logo de início.

O importante, aqui, é transmitir confiança para a sua cliente, deixando-a ciente de todo o procedimento necessário para remover definitivamente a tonalidade vermelha.

O que não se deve fazer?

Algumas marcas podem manchar o cabelo ou até mesmo queimar o couro cabeludo, o que prova descamação e coceira. Por isso, é essencial trabalhar com marcas confiáveis. Não caia na armadilha de adquirir um produto levando em consideração apenas o preço — até porque você não quer correr o risco de trocar gato por lebre.

Além do mais, não cometa o erro de economizar na quantidade de produto. Se o cabelo for muito longo e cheio, é bem provável que você precise de mais de uma caixinha de tinta. Claro que isso não significa que você deve encher o cabelo de produto. Certifique-se apenas de que a tinta será o suficiente — nem mais, nem menos. ​

É claro que a técnica usada deverá ser escolhida de acordo com a sua avaliação, afinal, só um profissional é capaz de atestar o estado do fio, a porosidade, textura e danos.

Além do cuidado na avaliação, use sempre produtos profissionais e de qualidade, afinal, sua cliente recorreu a você por esse motivo, concorda? Por isso, não pense duas vezes para utilizar os itens da Dvien, uma das empresas de cosméticos profissionais mais tradicionais de Minas Gerais.

Interessou-se pela marca e quer conhecer alguns produtos que solucionam a questão de como tirar o vermelho do cabelo? Entre em contato conosco. Será uma satisfação apresentar toda a nossa linha profissional e de referência.