Como valorizar o cabelo naturalmente cacheado da sua cliente?

  • Nenhum comentário

A cada dia que passa, mais e mais pessoas estão assumindo o cabelo natural e deixando para trás os procedimentos como o relaxamento e a progressiva. Felizmente! Por isso, não dá para ficar desatualizado a respeito das melhores técnicas para cabelo cacheado ou crespo. É assim que você vai conseguir atender seus clientes da melhor forma. Aliás, você sabe o que é o no-poo e low-poo?

Calma, que vamos explicar tudo! Cabelo cacheado requer tratamentos específicos. E isso significa ter em mãos os melhores produtos, capazes de manter esse tipo de cabelo sempre hidratado e bonito. Mas antes de apresentar essas soluções, primeiro é importante ter em mente as características desse tipo de fio. Vamos lá?

Quais são as diferenças entre cabelo cacheado e liso?

Não é apenas a aparência que muda de um cabelo para o outro. Os cacheados têm características específicas. Seus fios costumam ser mais frágeis e ressecados. E sabe por quê? Porque eles nascem em espiral, tornando mais difícil a distribuição da oleosidade do couro cabeludo até as pontas do cabelo.

Quais são as dificuldades de um cabelo cacheado?

O primeiro deles é o frizz, que pode ser bem mais evidente. O excesso de volume, a dificuldade de pentear os fios e a falta de definição dos cachos são outras preocupações constantes. Porém, o tratamento certo pode amenizar essas questões e deixar o cabelo natural sempre saudável e bonito.

O que é no-poo e low-poo, e por que são bons para cabelo cacheado?

Muitos profissionais acreditam que o sulfato — presente em grande parte dos shampoos — lava tão profundamente os cabelos que, além da sujeira, tira a oleosidade natural dos fios. Para cabelos naturalmente mais ressecados, essa oleosidade pode fazer muita falta.

Foi assim que as duas técnicas surgiram! Mas vamos ao significado de cada uma. O low-poo é um tipo de técnica que usa shampoos sem sulfato nas lavagens. Já o no-poo não utiliza shampoo algum. Você pode estar se perguntando: mas aí não lavo o cabelo do cliente? Calma que não é por aí! Quem entra nessa técnica limpa os fios por meio do co-wash, que é a lavagem com condicionador.

Nas duas técnicas também se deve evitar produtos derivados de petróleo (petrolato, vaselina, óleos minerais e parafina líquida) ou silicones não solúveis em água, uma vez que só saem dos fios com o sulfato. Esses componentes formam uma capa nos fios do cabelo, sem tratar o cabelo de verdade! Vale destacar que tanto uma técnica quanto a outra acabam diminuindo a quantidade de lavagens, uma vez que deixam os fios mais hidratados e menos ressecados. Só tem benefícios!

Outro detalhe importante é que se a pessoa que entrou em uma das técnicas utilizar produtos proibidos, ou seja, com componentes não liberados, deve lavar o cabelo uma vez com shampoo com sulfato para retirar tudo. Depois, pode voltar normalmente ao no ou low-poo. Interessante, não? E já existe no mercado uma infinidade de produtos especificamente para no-poo e low-poo.

Gostou das dicas? Agora é hora de começar a aplicar nos seus clientes com cabelo cacheado. Já começou a utilizar as técnicas no seu salão? Então, comente aqui neste post e dê suas dicas para outros profissionais que gostaram dos tratamentos.