Saiba mais sobre reconstrução capilar e arrase com suas clientes!

  • Nenhum comentário

Tintura, chapinha, descoloração, poluição, exposição solar e procedimentos químicos em geral — são vários os fatores que danificam os cabelos. Não é à toa que é preciso ter cuidado redobrado com os produtos utilizados nas madeixas e, claro, investir em tratamentos para amenizar os impactos, como é o caso da reconstrução capilar.

Afinal, ninguém quer que os fios fiquem quebradiços e opacos, não é mesmo? É nesse sentido que surge a importância de realizar um tratamento para recuperar a beleza dos fios, prevenindo, inclusive, danos mais profundos. Quer saber mais sobre esse procedimento? Então continue a leitura!

Para quais tipos de cabelo a reconstrução capilar é recomendada?

Esse tratamento pode ser feito em todos os tipos de cabelos. Isso mesmo! Desde os naturais até aqueles que possuem resquícios de processos químicos. O que vai mudar é a frequência do tratamento: fios naturais e saudáveis, por exemplo, terão um intervalo mais longo entre as aplicações.

Vale ressaltar que existem certas características que indicam que os fios precisam de uma reconstrução capilar urgentemente. São elas: cabelos ásperos, opacos, ressecados e que embaraçam com extrema facilidade.

Quais as vantagens do procedimento?

A recuperação da textura é um dos primeiros benefícios da reconstrução capilar. O tratamento é responsável por repor as proteínas, minerais e aminoácidos dos cabelos. O resultado? Fios mais resistentes e menos quebradiços!

Mas não para por aí. O procedimento também conta com agentes condicionantes, que cuidam das camadas externas, dando mais vida e maciez às madeixas.

Qual a diferença entre hidratação e reconstrução capilar?

A hidratação, como o próprio nome sugere, tem a finalidade de repor a água e os lipídios do cabelo. Tais elementos — que são naturais na estrutura das madeixas — podem se perder com os processos químicos e agressões geradas por fatores externos, como a água salgada, o vento e o sol. De forma clara e direta, a hidratação tem o intuito de restaurar a umidade dos fios.

Em contrapartida, a reconstrução capilar é responsável por recuperar a matéria natural do cabelo. Isto é, ela é indicada quando os fios perderam espessura ou massa, tornando-se quebradiços.

Quer um exemplo de produto para a reconstrução? Conheça então o Kit SOS recuperação pós química, da Dvien, que é rico em aminoácidos de queratina e ajuda a resgatar os fios após algum processo capilar. Esse tratamento intensivo trará a saúde dos cabelos de volta, tornando-os sedosos e leves.

Como é feito o tratamento?

Apesar de haver vária formas, o procedimento padrão é:

  • lavar o cabelo com um xampu antirresíduos;
  • submeter os fios a outra lavagem, mas agora com um xampu reconstrutor;
  • aplicar queratina ou nanoqueratina; e, em seguida,
  • utilizar uma máscara ou creme reconstrutor.

Durante todo o processo, é preciso sempre massagear o cabelo. Como em outros procedimentos, é necessário deixar o produto agir — o recomendado é fazer uma pausa de 20 minutos.

Viu só como é simples? Além disso, o fato é que a reconstrução capilar vai proporcionar mais saúde aos fios, deixando os cabelos dos clientes mais macios e evitando danos ocasionados pelos processos químicos.

Gostou do conteúdo e quer receber mais dicas sobre o mercado da beleza? Então, siga a gente nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Twitter.