Tendências em corte 2018

Tendências em corte 2018: conheça e arrase com todas as clientes

As mulheres estão cada vez mais fashionistas quando o assunto é ousar nos cabelos. Por isso, conhecer as principais tendências em corte 2018 faz toda a diferença no sucesso do seu trabalho. Imagine só alguém chegar no salão pedindo um visual que você ainda não conhece? Nem pensar, não é mesmo?

O grande segredo está em acompanhar as novidades e ouvir com atenção as preferências do público. As técnicas de harmonização para cada tipo de textura capilar fazem toda a diferença no resultado final. Nesse contexto, a ideia é valorizar ainda mais a beleza natural com opções para fios curtos, médios e longos.

Quer saber mais sobre o assunto? Vamos mostrar os cortes queridinhos do momento e suas principais combinações. Acompanhe o post!

Curto assimétrico

O formato com franja lateral é uma das principais tendências deste ano. Seu comprimento pode alcançar a linha do queixo para valorizar ainda o visual moderno. A grande vantagem é que a opção costuma combinar com todos os tipos de texturas capilares, especialmente com as onduladas.

A técnica de corte deve priorizar o movimento dos fios na hora da finalização. Existe, também, a possibilidade de variar no estilo e trazer o aspecto do long bob de forma adaptada sem perder a elegância. Com a frente mais alongada, o formato se torna parecido com um bico. Já na parte de trás, as mechas ficam bem próximas da nuca em um repicado delicado ou desfiado.

Blunt cut

O corte está no topo da lista dos mais pedidos em salões de beleza. A nova moda também se tornou a preferida das celebridades, como Kim Kardashian, que apostam em um visual despretensioso e cheio de classe.

O formato reto na estrutura dos fios favorece o comprimento na altura dos ombros. Uma das principais vantagens é o alinhamento que a técnica traz depois da lavagem. Por isso, as mulheres com as madeixas lisas costumam se adaptar melhor ao formato. Já para outros tipos de cabelos, o segredo está em montar um bom cronograma de cuidados no dia a dia. O efeito ondulado realça as belezas naturais do rosto, porém, ajuda a aumentar o volume das mechas.

Longo repicado

Os cabelos longos nunca saem de moda e são os preferidos de muitas mulheres. Entre as principais tendências do momento, o repicado ressurge com força total e proporciona um ar cheio de leveza para a aparência. O mais interessante é que a proposta agrada quem tem pavor de diminuir o tamanho dos fios, já que é possível cortar sem alterar o comprimento.

Em fios lisos, por exemplo, a técnica precisa ser feita com as mechas secas para deixar o resultado final sem marcação, mas garante leveza mesmo em texturas grossas. Uma franja lateral pode ser uma alternativa na busca por movimento sem perder o estilo delicado do corte.

Pixie cut

Quem gosta dos curtinhos já virou fã de carteirinha do formato. Sucesso desde os anos 1960, o corte foi chamado de joãozinho durante muito tempo. O principal diferencial é que cada cliente pode encontrar o modelo que mais combina com seu tipo de cabelo e o formato do rosto. O visual apresenta uma série de possibilidades.

Vai desde o aspecto moderno com uma longa franja lateral até uma pegada personalizada com um topete. Lembre-se que a opção curtinha tem boas chances de mostrar mais todas as áreas do rosto. Dessa forma, se alguém deseja disfarçar alguma imperfeição, ele precisa ser repensado com um toque descolado.

Médio com franja

A franjinha tradicional também voltou com tudo para as adeptas do comprimento na altura dos ombros. O truque na hora de realçar o formato do rosto é apostar nas pontas retas em uma adaptação atual do corte chanel famoso no universo da beleza. Apesar de ser bastante versátil, a opção deve ser evitada por quem tem fios muito crespos.

Nesse caso, o volume do comprimento pode deixar a aparência pesada. Outro destaque que traz muita modernidade é a possibilidade de variar a franja de acordo com as preferências das clientes. As mais ousadas têm a chance de impactar com a franja reta em um formato dois dedos mais curto do que as sobrancelhas.

Long bob

Um dos principais sucessos do ano passado caiu de vez no gosto das mulheres e se tornou uma opção atemporal. O motivo de tanta popularidade, com certeza, é a possibilidade de combinar o corte com todos os perfis e estilos. Basta alinhar a técnica com a textura capilar de cada pessoa e descobrir os pontos que merecem ser ressaltados.

Outra vantagem está na possibilidade de não tirar comprimento em excesso. Ou seja, não precisa adotar uma versão curta para conquistar o melhor resultado. O comprimento ideal é na altura dos ombros, mas pode ser moldado repicados suaves ou outros truques para garantir um visual suave até em cabelos cacheados.

Trapézio

O corte representa o verdadeiro meio termo quando se trata de cabelos. Para quem deseja uma opção com muita praticidade no dia a dia, a tendência é uma versão ainda mais estilosa do long bob. A técnica precisa deixar o osso do trapézio evidente com um ar muito feminino. Assim, as madeixas ganham leveza, movimento e um aspecto que ilumina o formato dos olhos.

O mais indicado é trabalhar com uma base reta sem nenhum efeito especial nas pontas traseiras. Já na região frontal, a linha dos trapézios deve ser seguida na hora de trazer balanço com algumas graduações em diferentes ângulos. É muito importante que o comprimento e as pontas ganhem um efeito desconectado próximo ao rosto.

No entanto, alguns cuidados ajudam a tornar o visual ainda mais elegante. Em mulheres com a face alongada, o segredo está em usar uma franja irregular para alterar a visão geral do comprimento e harmonizar a aparência.

Pageboy

A moda que fez a cabeça das londrinas na década de 50 está de volta. Os fios são projetados para a frente com um toque volumoso na parte superior da nuca. Nada mais é do que uma representação vintage do tradicional chanel. Apesar de ser uma aposta certeira em cabelos lisos, as mulheres cacheadas também podem ousar sem medo.

O que muda é a necessidade de alinhar a versão que mais se adapta a rotina de cada pessoa. A franjinha reta também é outro destaque do formato. O toque especial fica por conta do volume no topo da cabeça que ganha um ar sofisticado em mechas repletas de cachos. No entanto, as lisas podem apostar em um repicado pontual para acrescentar estilo ao visual.

Pronto! Agora você já conhece as principais tendências em corte 2018. O mais importante para arrasar em cada trabalho é considerar a textura capilar. Afinal, a visão do profissional pode ajudar a criar uma série de possibilidades na hora de conquistar um visual moderno e, ao mesmo tempo, prático.

Gostou das informações do artigo? Então, leia também sobre reconstrução capilar para melhorar ainda mais seu trabalho.