Top 5 cuidados essenciais para cabelos descoloridos

  • Nenhum comentário

Cabelos descoloridos são versáteis e ficam bem em pessoas com variados tons de pele, dos mais claros aos mais escuros. Em penteados elaborados ou soltos, tal tonalidade tem uma luminosidade sem igual, além de rejuvenescer a fisionomia e disfarçar os fios brancos. Mas você sabe que precisamos tomar alguns cuidados especiais, certo?

O uso dos produtos químicos da descoloração pode danificar as madeixas e causar desde ressecamento até manchas ou desbotamento. O oxidante responsável por abrir a cutícula para a ação do descolorante (água oxigenada ou amônia) também é capaz de prejudicar o cabelo e tornar os fios quebradiços.

A descoloração abre as escamas do fio e retira os pigmentos da fibra capilar para obter o efeito desejado. Além disso, por ser um tratamento químico, demanda muita atenção — afinal, é um processo que interfere na estrutura capilar e retira nutrientes importantes para a vitalidade e o brilho.

Para manter o visual sempre bonito e saudável, é importante adotar alguns cuidados que começam antes mesmo do processo de descoloração. Continue a leitura e veja quais são!

1. Lavar a cabeça com água morna ou fria

No salão ou em casa, antes ou depois da descoloração, não importa a estação do ano ou o comprimento dos cabelos, a regra é a mesma: não se pode nem pensar em água quente! Lavar os cabelos com água em temperatura alta abre as cutículas e deixa os fios ainda mais fragilizados e ressecados.

A água fria, pelo contrário, mantém as cutículas seladas e preserva a hidratação dos fios. Se preferir um meio-termo, a água morna é a melhor opção.

2. Usar produtos adequados para cabelos descoloridos

Descolorir o cabelo usando produtos inadequados pode ser desastroso! Para minimizar os riscos e garantir que os resultados sejam satisfatórios, não podemos abrir mão de alguns cuidados.

Antes

A descoloração só deve ser feita em cabelos saudáveis. Portanto, se os fios estiverem danificados, é preciso adiar os planos de descolorir e realizar os tratamentos adequados para recuperar as madeixas.

Mesmo se a saúde capilar estiver em dia, ainda é preciso ter um pouquinho de paciência ao tornar os fios mais loiros. Há dois testes que devem ser feitos antes de partir para a descoloração.

O primeiro deles é o da alergia cutânea. Trata-se de aplicar na pele os produtos que serão usados e observar sinais de irritação ou alergia. Idealmente, esse teste deve ser realizado um dia antes do procedimento.

O segundo é o da mecha. Como o nome sugere, ele é feito para avaliar os resultados da descoloração em uma mecha do cabelo. Caso os fios fiquem ressecados, quebradiços ou elásticos demais, não é recomendado seguir com o processo.

Durante

Embora muitos homens e mulheres optem por descolorir os cabelos em casa, realizar o procedimento no salão é muito mais seguro. Afinal, o profissional tem conhecimento técnico para avaliar a saúde dos fios e escolher quais são os produtos mais adequados para cada situação.

Para preservar a saúde da pele sob os cabelos, no dia da descoloração, não é recomendável lavar a cabeça. A justificativa é simples: a oleosidade natural do couro cabeludo atua como uma barreira de proteção contra os agentes usados no procedimento.

Outro ponto que deve ser bem acompanhado é o tempo que o descolorante ficará em contato com os fios. O teste da mecha fornece um ótimo parâmetro de quantos minutos são necessários para atingir o tom ideal sem danificar os cabelos.

Depois

Depois de um processo de descoloração, é essencial usar os produtos adequados para higienizar, condicionar e tratar os cabelos. Já existem inúmeras opções de shampoos, condicionadores, cremes de tratamento e cosméticos capilares específicos para fios descoloridos no mercado.

O shampoo desamarelador é outro item essencial no arsenal de beleza das mulheres que descoloriram as madeixas. Ele deve ser usado uma vez por semana para manter os fios brilhantes e saudáveis, livres de manchas ou desbotamento.

3. Não dispensar o leave-in

O leave-in é indispensável para cuidar dos cabelos descoloridos, especialmente antes do uso do secador ou da chapinha. Um creme sem enxágue ou selador de pontas também pode ser adotado com essa finalidade.

O produto cria uma camada de proteção nos fios e evita que fiquem ressecados ou quebradiços. Porém, é preciso cautela na hora de aplicar o leave-in. Exagerar na dose e atingir as raízes podem deixar os cabelos oleosos e pesados.

4. Investir em um tratamento profundo de recuperação

Logo após o procedimento de descoloração, é comum que os cabelos fiquem ressecados, danificados ou quebradiços. Isso ocorre devido à química, que retira a queratina, os aminoácidos e as proteínas dos fios.

Embora a hidratação para cabelos descoloridos seja importante, ela não garante a reposição da massa perdida. Nessa fase, o tratamento de queratina é um grande aliado e uma das principais formas de recuperar a vitalidade, a força e o brilho das madeixas. Afinal, ele nutre o fio de dentro para fora e devolve sua estrutura.

Porém, as máscaras capilares usadas nesse processo de reconstrução são tão potentes que um uso excessivo pode deixar as madeixas rígidas e quebradiças. Assim, apesar de serem muito recomendadas logo após a descoloração, elas devem ser aplicadas apenas uma vez por mês.

5. Manter uma rotina de cuidados

Os cuidados com os cabelos descoloridos não se resumem à aplicação de cremes ou máscaras nutritivas logo após o procedimento. Para manter os fios bonitos, saudáveis e brilhantes, é preciso adotar uma rotina saudável. Assim, as madeixas terão tempo e condições adequadas para que se recuperem.

Seguir um cronograma capilar ajuda — e muito! — a recuperar a saúde e o brilho dos fios. Ao combinar diferentes tratamentos e usar produtos de boa qualidade, o cabelo recebe todos os nutrientes de que necessita em sua estrutura.

Veja, abaixo, para que serve cada uma das etapas do cronograma capilar.

Hidratação

As máscaras hidratantes repõem a umidade dos fios. Elas são indicadas para os cabelos que estão sem brilho, levemente ressecados, armados ou que embaraçam com facilidade.

Nutrição

Esse processo recupera os lipídios perdidos durante a descoloração. A nutrição ajuda a selar os fios, fazendo com que a umidade não se perca. Os óleos de nutrição ajudam os cabelos porosos e com frizz.

Reconstrução

Para devolver os nutrientes perdidos com a química, só mesmo uma reconstrução. As máscaras de queratina devolvem a estrutura dos fios e são indicadas para cabelos finos, ralos, quebradiços ou elásticos.

Os tratamentos para as madeixas descoloridas devem ser sempre realizados em dias alternados, para não sobrecarregarem os fios. Uma boa ideia é adotar o seguinte esquema:

  • semana 1: hidratação — nutrição — hidratação;
  • semana 2: hidratação — hidratação — nutrição;
  • semana 3: hidratação — nutrição — hidratação;
  • semana 4: hidratação — nutrição — reconstrução.

Após um mês, é preciso avaliar a condição dos fios. Nessa hora, como cabeleireiro experiente, sua análise é essencial para determinar se o tratamento foi suficiente e verificar a necessidade de fazer modificações no cronograma, para que as madeixas fiquem ainda mais fortes e cheias de vida.

Além disso, é importante investir em cortes periódicos para eliminar as pontas mais ressecadas, mantendo o brilho e a vitalidade dos fios. Para que o tom dos cabelos permaneça bonito e os clientes fiquem satisfeitos por mais tempo, a matização é um procedimento de manutenção essencial.

Conhecer os cuidados necessários aos cabelos descoloridos é fundamental para obter bons resultados com o procedimento e manter os fios sempre fortes, com brilho natural. Afinal, são os detalhes que fazem a diferença nas madeixas, não é mesmo?

Este conteúdo foi útil para você? Então, assine nossa newsletter e receba mais dicas valiosas para sua rotina profissional diretamente no seu e-mail!